Meus 18 anos


"Você tem 12 anos?" Meu coração faz um esforço para dizer sim. Voltar ao tempo não parecia uma má ideia. Mas, tinha que encarar a realidade. 18 anos. Posso ver nitidamente  o espanto das pessoas. "18 anos? Tem certeza?". Eles acham que eu to mentindo, mas deixo pra lá. O fato é: 18 anos com cara de 12 anos, e eu acho ruim? Jamais. Vou ficar mais velha e sempre vou ter cara de nova, tipo Avril Lavigne sabe? 

Mas nem tudo é flores. As vezes tenho que tomar cuidado quando vou contar uma história de quando eu era criança. Jamais posso dizer "Quando eu era pequena...". Sempre tem um engraçadinho que vem e diz: "Mas você ainda é pequena". Quando vou para o cinema com certeza tenho que levar a minha identidade para não correr o risco de não entrar nos filmes para maiores de 16 anos ( ou 18 anos ). 

Até hoje as pessoas tiram brincadeira por causa do meu tamanho. Desde criança, aqueles menininhos chatos, ficavam me colocando apelidos. Mas no meu tempo não tinha esse negocio de bullying, os meninos zoavam mesmo e eu nem sofria com isso. "Hã? É comigo?". Com o passar do tempo, quanto mais eu não ligava, mais eles iam parando. Minha mãe que me ensinou a fazer isso, não ligar para a opinião dos outros e gostar de si mesma do jeitinho que Deus fez. Amor próprio poucos conseguem ter. Infelizmente. 

É claro que tem horas que eu queria ser alta. Poder alcançar aquele objeto que tá muito alto, ser do tamanho do meu namorado, não precisar usar salto alto, enfim, poder ver as coisas mais do alto. E descobrir que o meu tamanho não me impede em nada disso. Ele não vai influenciar na minha felicidade. Ser baixinha não é um defeito. 

E os meus 18 anos... como passou rápido! Todas as minhas lembranças ficam passando na minha cabeça e vejo o quanto eu cresci ( por dentro! ). Aprende tanta coisa no tempo de escola e fiz tantas amizades boas. Na minha infância (Ah infância que saudades... ) brinquei muito de boneca e joguei muito videogame. Costumava brincar sozinha, não tinha muitos amigos. Era tão tímida que era raridade me ver falando alguma coisa. Mas nunca dei trabalho para a minha mãe. 

Até hoje sou uma pessoa calma. Amo fazer novas amizades e conservá-las. Minhas grandes paixões são ler, música e moda. No tempo livre gosto de assistir um bom filme de comédia romântica. Um dos meus maiores sonhos é ser independente. Acredito que quando eu puder, vou ser uma viajante pelo mundo. Não consigo dizer qual é a minha maior qualidade, mas as pessoas dizem que é a minha simpatia e o meu jeito meigo. E como toda garota tenho o meu sonho de consumo, que é ter um closet com tudo que eu gosto e quem sabe uma coleção de all star. 

Mas, confesso que 18 anos me assusta um pouco. Minha cabeça começa a brotar muitas perguntas. E a responsabilidade começar a pesar. Agora não tem mais jeito. O tempo de brincar e dormir de tarde passou. E espero que os meus 18 anos seja do jeito que eu sempre imaginei. 

Data do meu aniversário 29/01

CONVERSATION