8 de agosto de 2014

Resenha: A perfeita ordem das coisas


Qual é a ordem perfeita das coisas? Existe uma ordem perfeita para a vida? O título desse livro me chamou atenção. Amo quando os títulos são bem diferentes e que me deixam curiosa para ler. Só que eu fiquei um pouco decepcionada. Porque eu esperava mais do livro. Não que ele seja ruim, mas coloquei nele uma expectativa muito grande. Além do mais, ele demorou algumas páginas para me prender a leitura. Gosto quando a primeira frase do livro já me deixa com uma vontade imensa de ler tudo de uma vez só, sabe? Mas a história vai ficando boa. Como o livro é fino, a leitura é bem rápida. 

O livro conta a história de um escritor, que decide "viajar ao passado". Ele percebe que muitas vezes fazemos sempre as mesmas coisas e deixamos de observar as coisas ao nosso redor. E ele viu que não "explorou" tanto a vida. E com isso ele vai visitar novamente os cenários que fizeram parte de sua vida. Ele reencontra as pessoas, memórias que tinha esquecido, sonhos, paixões... Só que agora ele estava vendo com outros olhos, um outro ponto de vista. 
E no livro ele conta várias histórias de sua vida, e compartilha suas experiências. É uma leitura bem leve, e bem interessante.

3 comentários

  1. Adorei a capa! Mas pela sinopse não parece um livro que eu gostaria de ler, mesmo assim, parece ser interessante ^^
    Beijão,
    Like Gabs

    ResponderExcluir
  2. Eu não leio , que vergonha né, é que eu não tenho
    tempo está muito corrido por aqui , muito boa sua dica,
    eu também adoraria um closed cheio de coisas que gosot.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei o livro, ganhei de um amigo e achei muito interessante. Achei bastante machista mas é bom viajar pelas ondas e neuroses dos homens, simplistas na forma de amar....sobre o universo feminino ja tem tantos rsrs! Valeu a pena acompanhar as experiencias dele...

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo