Tudo sobre Absorvente Interno


Olá meninas!

O absorvente interno dar um pouco de medo né? As dúvidas são muitas: "Como usar?" "Será que dói?" "Garota virgem pode usar?" "Como colocar?" "Como tirar?" "É confortável?"
E para acabar com todas as dúvidas o post de hoje é sobre os Mitos e as Verdades do absorvente interno. 

1º Absorvente interno incomoda.
Mito. Ele fica alojado na parte superior da vagina, que não tem sensibilidade, portanto não provoca desconforto. Se incomodar, é possível que não tenha sido colocado da maneira correta. Nesse caso, a dica é inseri-lo mais profundamente.

2º Praia e piscina combinam com absorvente íntimo.
Verdade. Ao escolher o mais adequado ao seu fluxo menstrual, é muito confortável para usar dentro da água, já que deixa a mulher mais segura, sem medo do vazamento.

 Quem usa absorvente interno não precisa se preocupar com vazamento.
Verdade.

 Absorvente interno evita mau cheiro.
Mito. O cheiro na região íntima no período da menstruação está relacionado a questões de má-higiene e infecções bacterianas e por fungos, que causam desequilíbrio da flora vaginal.

5º O tamanho deve ser escolhido de acordo com o fluxo menstrual.
Verdade. Geralmente, no início e no fim do ciclo, o mais indicado é o de menor tamanho. Nos dias de fluxo mais intenso, opte pelo maior. Também é possível escolher o tipo de colocação (manual ou com aplicador). Testar as duas formas pode ajudá-la a selecionar o que se adapta melhor a você.

6º Ele pode sumir dentro de mim.
Mito. A vagina não é um órgão sem fim. Sua única abertura é a parte externa. E como o absorvente é colocado na parte superior dela, não tem como se perder.

7º É um método anti-higiênico.
Mito. O mesmo material do absorvente externo (algodão) é usado no interno, só que não há a camada de gel. Ao manuseá-lo, é preciso ter os mesmos cuidados de higiene: estar com as mãos limpas, descartar no lixo comum, lavar as mãos após retirá-lo e manter a região íntima limpa.

8º Se deixar de trocá-lo no tempo certo pode provocar infecção.
Verdade. No entanto, isso vale também para o absorvente externo. Eles devem ser trocados em intervalos regulares para evitar odores e infecções. A troca precisa ser levada a sério para evitar que o sangue acumulado torne-se um meio favorável para fungos e bactérias.

9º Ele deve ser trocado mais regularmente do que o absorvente externo.
Mito. A frequência de troca depende do fluxo e do tamanho usado. Se encharcar, escolha um com absorção maior e, se estiver quase seco, opte por um com tamanho menor.

10º Meninas virgens devem evitar esse tipo de absorvente.
Mito. Mulheres que nunca tiveram relação sexual podem usá-lo tranquilamente. Eles não são capazes de romper o hímen, como muitos acreditam.


Créditos: Fonte
Espero que tenha tirado todas as dúvidas.

Beijos ;*

CONVERSATION

3 comentários:

  1. muuuito bom, tirou alguma duvidas pendentes minha aina, obrigada linda <3

    ps: obrigada por passar no meu blog, bjs <3

    pedacosdelembrancas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei saber um pouco mais, nunca usei, mas ja to mais tranquila!

    Beijinhos,

    BLOG
    FAN PAGE

    ResponderExcluir
  3. caaaade post novo? ps: queria que voce me ajudasse numa decisão no blog, passa lá quando der, bjs

    pedacosdelembrancas.blogspot.com.br/2013/09/enquete.html

    ResponderExcluir

Instagram

Segue aí!